DOSES DE PRODUTIVIDADE – XXXII
06/01/2016
DOSES DE PRODUTIVIDADE – XXXIV
18/01/2016

DOSES DE PRODUTIVIDADE – XXXIII

É fascinante observar o trabalho de Deus quando Ele proporciona a cicatrização de feridas e a reabilitação de traumas pós-cirúrgicos; a recuperação de órgãos vitais.

 É igualmente maravilhoso ver pássaros trabalhando para construir seus ninhos, castores trabalhando para fazer barragens e diques, abelhas trabalhando para fazer colméia e mel. Agricultores trabalham para nos prover alimentos; indústrias e pessoas trabalham para transformar os mais variados insumos em bens de consumo, bens duráveis e bens de capital em um infinito processo de satisfação do ser humano, envolvendo uma extensa cadeia de fornecimento que emprega o trabalho de gente e de máquinas. 

Detalhes destas análises encontram-se no livro O Trabalho que pode ser adquirido com desconto na loja do site www.fullmann.com.br.

 As mais recentes conquista de produtividade encontram-se na Agricultura com investimentos em tecnologia e capacitação dos empregados para utilizá-las efetivamente. 

Segundo estudo realizado pela Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em conjunto com a agência das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), a produtividade da agricultura brasileira teve uma das maiores taxas de crescimento do mundo nos últimos anos, tanto nos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) quanto em economias desenvolvidas da OCDE.

O relatório “Perspectivas Agrícolas OCDE FAO 2015-2024” diz que, o Brasil “é o país que mais melhorou sua Produtividade Total de Fatores (PTF) agrícolas”.

O PTF se refere à relação entre o total produzido e o total de insumos, que caracteriza a produtividade. No Brasil, a produtividade agrícola aumentou em mais de 4% desde o início dos anos 2000, e colocou o Brasil na 12ª posição entre 172 países.

Entretanto há ainda um fator perverso que é a importação de insumos; do total de 32 milhões de toneladas de fertilizantes consumidos, apenas 8.700 ton. são produzidas no país. Junte-se a isto o custo dos fretes devido ao abandono ferroviário.

Investimentos em longo prazo nas pesquisas agrícolas, que permitiram ao Brasil desenvolver tecnologias de ponta para a agricultura tropical, dão-nos grande destaque. Deve-se agora investir na elaboração de métodos de manuseio produtivos e uso de ferramentas e instrumentos adequados para auxiliar o incremento da produtividade na mão de obra do campo.

Um “ideal” costumeiramente aplicado à conceituação de agricultura familiar sustentável: uma pluricultura consorciada orgânica em quatro alqueires é capaz de garantir o sustento da família e de produzir um pequeno excedente para comercialização.

Na realidade atual, muitos desempregados urbanos se embrenharam pela zona rural. Acabaram se tornando agricultores familiares.

Até a próxima…

DOSES DE PRODUTIVIDADE