O ritmo comentado na dose anterior, basicamente cíclico, acontece em toda a natureza. A estação das flores e frutos, a necessidade recorrente de comida e sono, a respiração normal de inalar e exalar, os batimentos cardíacos, todos ilustram a natureza cíclica da vida. Por isso a importância das férias.

 O sono é a oficina de consertos do corpo e da mente. O sono deve ser em quantidade e qualidade totais. Descanso e relaxamento servem para reduzir a tensão e as doenças e melhoram bastante o nível de energia e desempenho.

 Um trabalho produtivo incorpora mecanismos de recuperação – pausas – em suas agendas cheias. Recomendo, portanto, um “ajuste de atitude”, colocando em prática o que já se conhece, para evitar um encontro com o SR. Karoshi.

 A ansiedade, a angústia e a preocupação, sentimentos “companheiros” em ambientes de trabalho marcados pela competitividade e pela pressão por bons resultados, ficam ainda mais acirrados quando a economia navega por águas revoltas. É o que mostra pesquisa da International Stress Management Association no Brasil (ISMA­BR) divulgada no ano passado. Segundo a associação, que atua em 12 países, dos mil profissionais consultados, 89% apresentaram ansiedade, 83% angústia e 78% preocupação. Os sintomas decorrem de “fatores estressores”, como o medo de demissão (63% dos casos), falta de tempo para dar conta da sobrecarga de tarefas (62%), comportamentos passivo ou agressivo (41%), e desequilíbrio entre esforço e gratificação (37%).

 Uma dose eficaz chama-se Gestão do Tempo. Nada mais democrático do que o tempo – igual para todos – a diferença está em saber usá-lo. Todos têm 24 horas por dia e não há cotas diferentes para ninguém. Uma boa dose de equilíbrio é 1/3 do uso do tempo, ou 8 horas para o sono, 8 horas para o trabalho e 8 horas para todo o resto. Há uma flexibilidade compensatória; quando estudantes usamos mais tempo para estudo e trabalho e sacrificamos horas de sono. Excesso de trabalho, principalmente com desperdício, tem como efeito colateral a perda do sono, desgaste da saúde e descuido da família.

Que Deus ilumine nossos passos de produtividade!

 As doses de produtividade anteriores são adequadas em situações específicas. Além das publicações anteriores, suas aplicações encontram-se detalhadas em um manual amplo chamado “O Trabalho – Mais Resultado com Menos Esforço/Custo” – Passos para Produtividade.

 Nele tudo começa com Apologia ao trabalho.

 Voltemos às origens. No princípio era o caos. Deus trabalhou intensamente; fez o céu e a terra e todas as criaturas que nela existem; descansou no sétimo dia. Até hoje Ele trabalha na manutenção da natureza e da vida que nos rodeia. Em tudo se reconhece o trabalho: trabalho de gestação, trabalho de parto, trabalho de crescimento e desenvolvimento e trabalho de geração de novas criações.

 Todos os órgãos de nosso corpo estão em trabalho constante, independente de nossa vontade – pulmões, rins, fígado, baço, cérebro e, principalmente o coração. Quando um destes órgãos não trabalha direito, o corpo adoece. Quando o coração para de trabalhar, a vida estanca.

 Até a próxima…

DOSES DE PRODUTIVIDADE