Após vinte e nove doses de produtividade, algumas profiláticas, outras curativas, face ao grave estado de saúde financeira do paciente Brasil esta dose tem de ser mais radical. Pode-se comparar a realidade nacional com um indivíduo acometido de um AVC, que se caracteriza pela perda rápida da função neurológica decorrente do entupimento (isquemia) do regime bolivariano ou rompimento (hemorragia) de vasos sanguíneos cerebrais. O grave derrame, fruto da atitude petista, tornou a situação aguda. 

Identifica-se ainda uma espécie de FA (Fibrilação Atrial) com uma arritmia política aguda, perturbando o ritmo democrático, que só pode ser corrigida com um CVE (cardioversão elétrica) – um choque de grande potência para reorganizar a república.

 Casos semelhantes começaram a ser tratados na Venezuela e na Argentina; chegou a vez do Brasil. O impeachment da Dilma começa o tratamento.

 Diversas intervenções seguirão para recompor o estado vital do paciente. Não será fácil. A infecção palaciana e do congresso, causada por vírus e bactérias criados em pocilgas partidárias e poças de corrupção e interesses particulares, tornará o combate penoso.

A produtividade empresarial passa pela “sobrevivência”, momento em que as atividades devem ficar em repouso para uma recuperação, infelizmente lenta. Mínimo gasto de energia, pouca ingestão de alimentos, movimentos reduzidos, paciência e fé.

 O Brasil é forte, sobrevive galhardamente a crises políticas. Pior foi a fase de inflação Sarney, revertida pelo FHC e detonada pela ditadura diabólica da dupla Lula –Dilma. A “demoniocracia”.

 O país voltará a crescer e aqueles que passarem incólumes pela sobrevivência – empresários e empregados – voltarão a ser produtivos e pujantes.

 Que Deus ilumine nossos passos de produtividade! 

As doses de produtividade anteriores são adequadas em situações específicas. Além das publicações anteriores, suas aplicações encontram-se detalhadas em um manual amplo chamado “O Trabalho – Mais Resultado com Menos Esforço/Custo” – Passos para Produtividade.

 Nele tudo começa com Apologia ao trabalho. 

Voltemos às origens. No princípio era o caos. Deus trabalhou intensamente; fez o céu e a terra e todas as criaturas que nela existem; descansou no sétimo dia. Até hoje Ele trabalha na manutenção da natureza e da vida que nos rodeia. Em tudo se reconhece o trabalho: trabalho de gestação, trabalho de parto, trabalho de crescimento e desenvolvimento e trabalho de geração de novas criações. 

Todos os órgãos de nosso corpo estão em trabalho constante, independente de nossa vontade – pulmões, rins, fígado, baço, cérebro e, principalmente o coração. Quando um destes órgãos não trabalha direito, o corpo adoece. Quando o coração para de trabalhar, a vida estanca.

DOSES DE PRODUTIVIDADE